Venda de novos apartamentos em Curitiba aumentou 42,6%

Foto ampla de curitiba com prédios em dia de céu aberto

O reaquecimento do setor imobiliário ante a pandemia segue alcançando resultados positivos. Em um cenário favorável tanto para incorporadoras quanto para clientes e investidores, o mercado imobiliário obteve, neste primeiro semestre do ano, um significativo aumento na venda de novos apartamentos. Saiba mais abaixo.

Mercado imobiliário curitibano reaquecido

A Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi-PR) identificou que, em janeiro e fevereiro de 2021, a venda de apartamentos novos em Curitiba obteve um aumento de 42,6% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Registrou-se também, paralelamente a isso, um aumento no número de lançamentos residenciais. A associação identificou, ainda, que, em direção oposta à crise gerada pela pandemia, entre janeiro e setembro de 2020 o lançamento de edifícios residenciais e apartamentos novos em Curitiba foi 30% maior que em 2019.

Foram identificados pela Ademi-PR 56 novos empreendimentos e 2.882 imóveis que estrearam no mercado imobiliário curitibano nesse período. Diversos são os fatores que têm impulsionado a aquisição e a venda de novos apartamentos.

Casal adquirindo novos apartamentos

Cenário favorável para compra e venda de novos apartamentos

O cenário atual tem viabilizado diferentes formas de facilitação e apoio financeiro aos que buscam adquirir o imóvel próprio. Uma delas é a taxa de juros para financiamento imobiliário, que, em 2020, alcançou o menor índice da história no País.

Mesmo com o recente aumento para 3,5%, a Selic tem possibilitado a aprovação de créditos que ampliam a capacidade de compra dos consumidores. Esta, por sua vez, também é facilitada pelas parcelas reduzidas dos financiamentos imobiliários.

Conforme aponta a Agência Brasil, somado a isso, diante das incertezas trazidas pela pandemia, houve um crescimento significativo na captação da poupança – economia financeira que tem colaborado para a aquisição imobiliária.

O montante poupado obteve um salto de quase 17% entre maio de 2019 e maio de 2020, fazendo a captação líquida da poupança atingir R$ 166,3 bilhões no último ano, a maior da série histórica do Banco Central, iniciada em 1995.

Busca por imóveis

Apresentação de imóvel-arte para a aquisição de novos apartamentos

temporada de isolamento fez com que o público do mercado imobiliário reavaliasse seus hábitos, necessidades e prioridades. Essas transformações impulsionaram, por sua vez, a busca por imóveis e a decisão de compra – em termos que se adequam às novas demandas dos consumidores.

Uma dessas novas demandas é por apartamentos maiores, com mais cômodos e acomodações mais definidas. A preferência é que elas atendam às necessidades de conforto, estudo e trabalho remoto de todos os moradores.

Segundo a startup QuintoAndar, a busca por imóveis com quatro quartos aumentou em 67% entre abril e maio de 2020. Outras tendências que moldam a atual procura por novos apartamentos são: espaços para home office, ambientes voltados ao bem-estar e integração com a natureza.

Cenário favorável para investidores

O atual cenário favorável para a aquisição de imóveis beneficia, também, os investidores. O momento mostra-se extremamente propício para os que buscam ampliar as fontes de renda e conquistar estabilidade financeira.

Segundo o presidente da Ademi-PR, as principais demandas são por imóveis para compra, em detrimento do aluguel, e por empreendimentos comerciais, que ganham força devido à nova configuração dos escritórios impulsionada pela pandemia.

Além disso, há uma provável valorização patrimonial favorável para os investidores devido aos lançamentos que atendem às atuais tendências do setor e aos próximos ajustes na taxa de juros previstos pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

Lançamento e venda de novos apartamentos

A Ademi-PR estima que no segundo semestre de 2021 o volume de lançamentos e ofertas seja ainda maior. Nos primeiros dois meses deste ano, em Curitiba, mais de mil unidades de novos apartamentos foram comercializadas para atender aos novos hábitos de consumo desencadeados pela pandemia.

Entre as recentes estreias de residenciais em Curitiba, destaca-se o PINAH, empreendimento que agrega o melhor da cidade, traduzindo a essência da capital e unindo projeto arquitetônico de alto padrão, sustentabilidade, tecnologia e paisagismo.

Este imóvel-arte da Construtora Laguna tem como diferencial ser o primeiro e único residencial do Brasil a buscar a Certificação WELL – selo internacional com foco na saúde e bem-estar humano –, além de possuir a Certificação GBC Condomínio Ouro.

Fachada edifício PINAH – Laguna
FACHADA SALDANHA MARINHO – PINAH

Conteúdos relacionados

  1. Mulher sênior se comunicando através do computador - LAGUNA
  2. Curitiba
  3. fachada-rua-flavio-dallegrave
  4. Mulher sentada em um sofá

Leia mais: O mercado imobiliário voltado ao público sênior

Desde 1996, a Construtora e Incorporadora Laguna vem desenvolvendo empreendimentos únicos, que possuem arquitetura diferenciada e design inovador. Além disso, somos a construtora com mais projetos sustentáveis do Sul do país. Visite nosso site e saiba mais: http://construtoralaguna.com.br/

Conheça mais sobre a Laguna

Deixar um comentário