Cidades canadenses substituirão transporte comercial por e-bikes até 2026

e-bikes no transporte comercial

As pautas ambientais têm estimulado mudanças de hábito em todo o mundo. No Canadá, um projeto recente irá resultar na substituição de vans e caminhões para transporte por e-bikes de carga em ciclovias e vias públicas.

A ideia, que será adotada em cidades como Toronto e Ontário, visa reduzir a poluição atmosférica: segundo uma pesquisa divulgada pelo Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA), os automóveis são responsáveis por 72,6% das substâncias nocivas poluentes do ar. Confira mais detalhes abaixo!

A ascensão das e-bikes no Canadá e no mundo

O crescimento do mercado de veículos elétricos acontece na esteira de novas propostas de mobilidade consciente. Uma pesquisa da Precedence Research avaliou o setor global de e-bikes e estima que, até 2030, ele chegará a valer US$ 40,98 bilhões.

Em sintonia com hábitos sustentáveis, as e-bikes têm conquistado adeptos por reduzirem congestionamentos, atingirem boa velocidade com pouco esforço e representarem um substituto para carros convencionais e o transporte público. Tudo isso resulta na diminuição significativa dos impactos ambientais.

Motivos como esses levaram cidades canadenses a se juntarem em um projeto-piloto de cinco anos, que propõe que e-bikes comerciais substituam caminhões e vans no transporte comercial. Para tanto, o projeto demanda que os municípios permitam o uso de qualquer e-bike com mais de 55 kg para essa finalidade de carga comercial.

Em Toronto, já foi autorizada a circulação de bicicletas elétricas com mais de 120 kg em vias públicas, estradas e ciclovias. Ottawa, por sua vez, prevê o teste de 20 a 40 e-bikes de grande porte pelo centro da cidade. Estas serão equipadas com plataformas ou caixas para comportar os produtos transportados e poderão ser estacionadas em áreas comerciais de carga e entrega que, até então, eram utilizadas apenas por vans e caminhões.

As metas de sustentabilidade e a redução de emissões

As metas de sustentabilidade e a redução de emissões

As bicicletas elétricas podem resultar em uma queda significativa na emissão de poluentes, conforme aponta uma pesquisa da empresa americana Bike Advisor.

O estudo constatou que se 8% da população americana substituísse o carro em viagens de curta distância por e-bikes, 44 mil toneladas métricas de CO² seriam poupadas por dia. Caso essa porcentagem subisse para 50% dos americanos, a quantidade emitida de CO² cairia em até 273 mil toneladas métricas.

Estimativas como essas estão entre as pretensões da estratégia TransformTO, adotada em 2021 pelo conselho municipal de Toronto para alcançar, até 2040, emissões líquidas zero – quando o volume de gases do efeito estufa emitidos por atividades humanas entra em equilíbrio com a remoção dos gases da atmosfera.

Nesse contexto, o projeto das e-bikes de carga irá auxiliar no cumprimento das metas de sustentabilidade e de redução dos GEE, as quais são progressivas: queda de 45% dos gases até 2025, de 65% até 2030 e de emissão líquida zero até 2040.

Para alcançar esses objetivos, diversas ações estão sendo adotadas em Toronto em curto prazo, contemplando desde o âmbito da construção civil até o transporte. Assim, a cidade busca:

  • Definir metas de desempenho para edifícios;
  • Reduzir o uso de gás natural;
  • Definir um limite de emissões de carbono para a comunidade como um todo;
  • Fomentar meios de transporte e de mobilidade com baixa emissão de carbono (como ciclismo, caminhadas e veículos elétricos);
  • Aumentar a geração de energia renovável local.

Mobilidade sustentável e redução de impactos nos imóveis-arte Laguna

Qual a proposta por trás das e-bikes comerciais

Construtora com o maior número de projetos sustentáveis do Sul do Brasil, a Laguna implanta em seus imóveis-arte muitos diferenciais que reduzem os impactos ambientais e incentivam práticas conscientes na comunidade em que está inserida.

Um exemplo é a mobilidade sustentável: o complexo do BIOOS incorpora duas vagas para carregamento de carro elétrico (em ambas as torres) e estação para recarga de bicicletas elétricas na torre Health.

De maneira semelhante, o moderno VAZ Batel irá oferecer infraestrutura para carregamento de carros elétricos em todas as vagas residenciais e bicicletário com estação de recarga para e-bikes. O incentivo à mobilidade sustentável também se fará presente no ALMÁA Cabral e no MAI Terraces – ambos os imóveis-arte terão um carro elétrico à disposição de seus moradores. Além do veículo, o MAI irá disponibilizar três bicicletas elétricas para uso comum.

Para contribuir com a redução de emissões e garantir a qualidade ambiental, a Construtora Laguna incorpora a imóveis-arte como o VAZ, o AMPIO e o BIOOS, respectivamente: infraestrutura para aspiração central e sistema de renovação de ar nas áreas comuns; monitoramento de CO2 na garagem; e redução de componentes voláteis por meio da criteriosa escolha de materiais.

Esta última será atestada pelo selo WELL, que contempla todos os recentes lançamentos da Laguna. Entre os quesitos da certificação, o WELL Materials irá atestar itens com baixa emissão de compostos orgânicos voláteis e avaliar a presença de compostos e produtos químicos legados, garantindo espaços mais saudáveis e bem-estar humano e ambiental.

Outra iniciativa sustentável dos imóveis-arte Laguna é a geração de energia renovável. Projetos como o AMPIO terão painéis fotovoltaicos para suprir o uso da área comum. Já no LLUM Batel, eleito o edifício mais sustentável do mundo pelo LEED Home Awards, o amplo uso da luz natural, as luminárias de LED, os sensores de presença e os 23 módulos fotovoltaicos reduzem o consumo energético e, consequentemente, os impactos ambientais.

mobilidade sustentável nos imóveis-arte Laguna
EDIFÍCIO MAIS SUSTENTÁVEL DO MUNDO – LLUM BATEL

Juntas, as medidas adotadas nos imóveis-arte Laguna contribuem para o fomento da mobilidade sustentável e a queda nas emissões de poluentes, bem como para a construção de ambientes em sintonia com o planeta.

Fonte: Casa Vogue, Electric Autonomy e Toronto

Posts relacionados

  1. BARRA DE LIMPEZA FACIAL - B.O.B
Desde 1996, a Construtora e Incorporadora Laguna vem desenvolvendo empreendimentos únicos, que possuem arquitetura diferenciada e design inovador. Além disso, somos a construtora com mais projetos sustentáveis do Sul do país. Visite nosso site e saiba mais: http://construtoralaguna.com.br/

Conheça mais sobre a Laguna

Deixar um comentário