Geladeira sustentável: dicas para reduzir o uso de plástico

uso alternativo para as sacolas de supermercado

O uso de plástico é extremamente difundido no dia a dia das pessoas – mesmo sendo prejudicial ao meio ambiente em níveis alarmantes. Para combater esse consumo desenfreado, é possível adotar práticas cotidianas de redução do uso de plástico, começando por hábitos na cozinha. Confira abaixo algumas dicas.

Garrafas reutilizáveis

Uma reportagem da BBC News Brasil divulgou que garrafas PET são o tipo de lixo mais comumente encontrado no oceano, cuja presença aumenta cerca de 15% anualmente, desde a década de 1980. Tal dado demonstra um dos aspectos que são grave consequência do descarte incorreto.

A primeira medida de enfrentamento a esse problema deve ser a destinação correta após o uso, para que o material possa ser reciclado e reutilizado. Uma das maneiras de combater o consumo de garrafas plásticas é substituí-las por modelos reutilizáveis, de vidro, inox ou silicone – como as opções dobráveis e portáteis, muito mais viáveis em termos de sustentabilidade.

Garrafas de vidro, como as que comportam sucos integrais, podem ser reutilizadas para outras bebidas, desde que sejam higienizadas com escovas próprias para remover os resíduos deixados pelos sucos.

Alimentos a granel

Mulher fazendo uso de produtos a granel

Outro hábito sustentável para cultivar no dia a dia é adotar o consumo de alimentos a granel. Ao dispensar a compra de produtos embalados em plástico, reduz-se a utilização desse material tão prejudicial ao planeta.

Diversos são os tipos de alimentos que podem ser comprados secos a granel: de arroz, farinhas e massas até grãos como castanhas e cereais como aveia. Além de serem mais naturais e saudáveis, esses alimentos vêm livres das toxinas liberadas pelo plástico.

Na compra deles, recomenda-se levar aos estabelecimentos um recipiente próprio para medir o peso dos produtos e evitar o uso de sacolas plásticas. Outra alternativa é utilizar sacolas de tecido e sacos ecológicos reutilizáveis, que são específicos para a compra de frutas, vegetais e alimentos a granel.

Recipientes de vidro

Além de garrafas, o uso de outros tipos de recipientes de vidro para armazenar alimentos na cozinha e na geladeira representa uma alternativa ecologicamente mais viável.

Entre as vantagens dos recipientes de vidro estão a maior durabilidade e a resistência à absorção do cheiro da comida. Além disso, eles suportam tanto temperaturas baixas como altas, sendo mais práticos para uso no forno e no micro-ondas.

Dessa forma, solucionam também problemas característicos dos potes de plástico na hora de aquecer os alimentos, que além de não serem resistentes a fortes temperaturas, tendem a liberar toxinas prejudiciais à saúde.

Pai ensinando práticas sustentáveis ao filho

Bioembalagens para evitar o uso de plástico

Uma pesquisa realizada pela Associação Americana para o Avanço da Ciência divulgou que até 2040 a quantidade de lixo plástico descartado na natureza pode triplicar.

Outra solução criada para tentar frear esse movimento são as bioembalagens. Ótimas alternativas para evitar o uso de plástico filme e armazenar alimentos na geladeira, elas permitem conservar os produtos frescos por mais tempo.

Isso ocorre porque possibilitam a troca de ar e a manutenção do nível ideal de umidade, o que preserva a qualidade dos alimentos. Com propriedades antifúngicas e antibacterianas e produzidas por meio de matéria-prima natural, as bioembalagens também são compostáveis.

Essa característica permite que elas possam retornar à natureza em forma de adubo para a produção de mais matéria-prima. Além disso, esses tipos de embalagem podem ser lavados e reutilizados.

Limpeza sustentável

Para além do consumo de alimentos, os hábitos sustentáveis na cozinha podem ser estendidos à limpeza do ambiente. Uma das alternativas para reduzir o uso de plástico é optar por produtos de limpeza caseiros.

Simples combinações como água e vinagre ou limão, bicarbonato de sódio e vinagre são suficientes para criar soluções multiuso para a limpeza da cozinha.

Outra alternativa é substituir esponjas convencionais – fabricadas com produtos que derivam do petróleo – por buchas vegetais. Além de serem produzidas com fibras 100% naturais, elas possuem melhor custo-benefício e são totalmente biodegradáveis.

No descarte de resíduos, sacos de lixo biodegradáveis são ideais para evitar o uso de sacolas plásticas. A substituição desse tipo de material no dia a dia proporciona mais qualidade de vida e contribui para a preservação do meio ambiente.

Comprometida com a sustentabilidade, a Construtora Laguna incorpora em seus imóveis-arte diversas iniciativas que preservam o meio ambiente e seus recursos naturais, como: metais e louças que reduzem o consumo de água, uso de materiais regionais e recicláveis e destinação correta dos resíduos das construções.

A Laguna convida todos para repensar hábitos da rotina e para transformá-los a cada dia em hábitos sustentáveis. Em longo prazo, mudar pequenas práticas faz toda a diferença na preservação do planeta e dos nossos bens mais preciosos.

Conteúdos relacionados

  1. Mulher separando lixo orgânico - LAGUNA
  2. Curitiba
  3. Mulher usando a geladeira de forma sustentável - LAGUNA
  4. Ecobag

Desde 1996, a Construtora e Incorporadora Laguna vem desenvolvendo empreendimentos únicos, que possuem arquitetura diferenciada e design inovador. Além disso, somos a construtora com mais projetos sustentáveis do Sul do país. Visite nosso site e saiba mais: http://construtoralaguna.com.br/

Conheça mais sobre a Laguna

Deixar um comentário