A tendência dos jardins suspensos na arquitetura residencial

Jardim suspenso no interior de uma empresa

A integração da natureza em cenários urbanos tem protagonizado uma série de projetos arquitetônicos contemporâneos.

Nesse contexto, os jardins suspensos vêm ascendendo como uma alternativa que agrega charme, frescor e funcionalidade às residências. Saiba mais sobre essa tendência e suas vantagens!

A ascensão dos jardins suspensos

Geralmente conhecidos pela forma de inserção que utiliza o teto do imóvel como principal suporte, os jardins suspensos oferecem diversas possibilidades de arranjo.

Eles podem protagonizar projetos arquitetônicos e de interiores em diferentes tipos de ambiente – desde espaços menores até projetos mais exuberantes.

Ressignificando um antigo conceito, presente desde relatos bíblicos, nos templos da Babilônia, esse elemento arquitetônico explora o potencial visual das plantas e cria cenários repletos de frescor e vivacidade.

Os jardins suspensos combinam duas fortes tendências contemporâneas: o engajamento com a sustentabilidade e a busca por um estilo de vida mais saudável, equilibrado e em constante contato com a natureza.

Plantas nos interiores

Terraço garden do BIOOS Home com jardim suspenso
TERRAÇO GARDEN – BIOOS HOME

A inserção de plantas nos interiores agrega benefícios diversos à saúde e ao bem-estar dos ocupantes. Uma pesquisa divulgada pela National Aeronautics and Space Administration (NASA) demonstrou que as plantas são capazes de purificar o ar e, no caso de algumas espécies, de eliminar quase 80% das toxinas presentes em um ambiente.

O periódico acadêmico Journal of Environmental Psychology, por sua vez, divulgou um relatório que aponta que plantas como o antúrio auxiliam na redução dos níveis de estresse.

Além disso, já se comprovou que em ambientes internos elas oferecem benefícios como aumentar a produtividade dos ocupantes e tornar os interiores mais agradáveis.

Por meio da integração da natureza, os jardins suspensos têm a proposta de unir a estética de jardim e de residência, criando espaços mais confortáveis e aconchegantes. Graças ao frescor das plantas, eles elevam a harmonia e o equilíbrio dos lares contemporâneos.

No inconfundível PINAH, da Construtora Laguna, além da preservação de araucárias, serão introduzidas diversas espécies nativas, em especial as frutíferas, que vão atrair pássaros da cidade, como os sabiás.

Já no ALMÁA Cabral, o projeto paisagístico foi inspirado em um lugar repleto de vida, areia, água, vegetação e captura a bela paisagem do entorno, levando-a para dentro do imóvel-arte. A vegetação do residencial foi cuidadosamente escolhida para estimular os cinco sentidos humanos.

Funcionalidade

Uma das principais vantagens dos jardins suspensos é a funcionalidade, visto que não comprometem o espaço do imóvel. Plantas penduradas no telhado, como trepadeiras, dificultam a passagem de poeira e de ruídos, agregam mais privacidade e criam uma estética de oásis urbano.

Nesse estilo, a inserção deles também contribui para delimitar ambientes. Além disso, em terraços, eles possibilitam a criação de espaços de cultivo de plantas ou de vegetais para consumo próprio.

Extremamente versáteis em projetos arquitetônicos, os jardins suspensos podem ser inseridos em todos os cômodos da casa, desde o banheiro até a cozinha. Conforme a incidência de luz na residência, é possível optar por plantas que se desenvolvem melhor em ambientes mais ou menos luminosos.

A estética dos jardins suspensos

Ambiente externo de convivência do ALMÁA Cabral
ALMÁA CABRAL

Diversos efeitos e composições estéticas podem ser elaborados com os jardins suspensos. Quando inseridos em paredes, por exemplo, eles criam uma continuidade visual entre os cômodos.

Com esse uso, também distribuem a vegetação e uma atmosfera natural pelo interior da casa, agregando vivacidade e uma estética que proporciona sensações relaxantes para os ocupantes.

Além de tornarem os interiores mais frescos, os jardins suspensos conferem um toque aconchegante e exótico à decoração, dependendo da variação de cores, espécies e texturas que se pretende utilizar.

Jardins suspensos no ALMÁA Cabral

Terraço ALMÁA Cabral
TERRAÇO RESIDÊNCIA JARDIM – TORRE ITAYA DO ALMÁA CABRAL

Em uma charmosa região do Cabral, o inconfundível ALMÁA oferece residências jardim com amplos terraços perfeitos para jardins suspensos. O projeto proporciona aos moradores o privilégio de se conectar diariamente com a natureza, em meio à paisagem urbana.

Natureza e conforto unem-se neste imóvel-arte Laguna em um estilo de vida inconfundível, uma experiência única – viver em um verdadeiro oásis urbano.

Fonte: ArchDaily, Casa Vogue, Archtrends e Correio Braziliense

Desde 1996, a Construtora e Incorporadora Laguna vem desenvolvendo empreendimentos únicos, que possuem arquitetura diferenciada e design inovador. Além disso, somos a construtora com mais projetos sustentáveis do Sul do país. Visite nosso site e saiba mais: http://construtoralaguna.com.br/

Conheça mais sobre a Laguna

Deixar um comentário