Bicicletas e patinetes elétricos compartilhados percorrem 160 mil km por mês em Curitiba

Bicicletas e patinetes elétricos compartilhados percorrem 160 mil km por mês em Curitiba - Construtora Laguna

As bicicletas e patinetes elétricos compartilhados já fazem parte do cenário urbano de Curitiba. Por serem alternativas de transporte mais práticas, sustentáveis, saudáveis e, em alguns casos, econômicas, os micromodais estão sendo utilizados tanto no trajeto de casa para o trabalho quanto para lazer.

As marcas Yellow e Grin, ambas da Grow, começaram a atuar na capital no começo do ano e contam com estações e pontos de recarga em diversos locais. A Praça de Convivência Laguna é um exemplo de espaço onde os patinetes podem ser encontrados e, incentivando o transporte sustentável, ciclistas podem descansar, adquirir utensílios e realizar a manutenção de suas bicicletas em uma Bike Station.

Bicicletas e patinetes elétricos compartilhados percorrem 160 mil km por mês na capital - Construtora Laguna
Bike Station e estações de patinete na Praça de Convivência Laguna

Dados divulgados pela Grow indicam que, durante os sete meses de operação em Curitiba, os usuários dos patinetes elétricos e bicicletas compartilhados percorreram, em média, 160 mil quilômetros por mês (88 mil km pedalados e 72 mil km percorridos de patinete), o equivalente a quatro voltas na Terra.

O estudo realizado pelo setor de Pesquisas em Mobilidade e Políticas Públicas da Grow é referente ao período de janeiro a agosto de 2019 e faz parte do primeiro balanço da operação na capital encaminhado à prefeitura. A quilometragem de rodagem foi apurada pelos sistemas de GPS que equipam todas as unidades e registram seus movimentos.

Apesar de não informar o número de usuários cadastrados, a empresa divulgou um crescimento de 20% ao mês no uso de bikes e de 30% de patinetes, sendo que o maior fluxo acontece durante os fins de semana.

Com a divulgação desses dados, a Grow pretende auxiliar o poder público municipal no direcionamento do investimento e otimização de resultados. Recentemente, a Prefeitura de Curitiba anunciou a ampliação de aproximadamente 200 km de ciclovias até 2025, uma ação que faz parte do Plano de Estrutura Cicloviária da cidade e pretende favorecer a integração da bicicleta à rede de transporte público e aos demais modais, priorizando a intermobilidade.

Comportamento dos ciclistas

Bicicletas e patinetes compartilhados percorrem 160 mil km por mês na capital - Construtora Laguna

Sábado é o dia da semana com o número mais expressivo de corridas, apresentando fluxo intenso nas regiões de parques, como o Barigui e o Bosque do Papa, e de shoppings, principalmente o Mueller e o Estação.

Tanto no sábado quanto no domingo, o horário de maior pico costuma ser próximo às 16h. Nos fins de semana, as pessoas pedalam em média 2,8 quilômetros em 23 minutos (velocidade média de 7,7 km/h).

Já nos dias úteis, o ponto de maior circulação é a região da estação-tubo Central, o que pode indicar a utilização do modal com o propósito de deslocamento ao trabalho de forma integrada ao transporte coletivo. Entre os dias da semana, o maior volume de viagens é registrado às sextas-feiras, enquanto o menor acontece nas segundas e quartas.

O horário de pico durante a semana acontece por volta das 17h e a distância média é de 2,10 quilômetros em 23 minutos (velocidade média de 8,5 km/h).

Cultura do compartilhamento

Além de patinetes e bicicletas, a preocupação das pessoas com a sustentabilidade, o fácil acesso às ferramentas de compartilhamento e a experiência proporcionada pela tecnologia já estão substituindo a propriedade de carros.

Em São Paulo, a ideia está sendo implantada pela startup beepbeep, que oferece o aluguel de carros elétricos por minuto através de seu aplicativo. Os usuários podem ir até qualquer um dos estacionamentos habilitados para iniciar e finalizar a viagem, não há limite de rodagem e o próprio app é utilizado para ligar o veículo.

Em Curitiba, a Construtora Laguna – que detém a maior quantidade de selos sustentáveis do Sul do Brasil – também está atenta às mudanças comportamentais do público, bem como às tendências tecnológicas, e oferecerá um carro elétrico para compartilhamento entre os moradores dos lançamentos MAI Terraces e ALMÁA Cabral. Para saber mais sobre os empreendimentos, entre em contato pelo WhatsApp (41) 99188 2939.

Leia também: Brasileiros incluem sustentabilidade entre os principais critérios de escolha para viagens

A Construtora e Incorporadora Laguna possui mais de 20 anos de atuação no mercado imobiliário e desde 1996 vem desenvolvendo empreendimentos únicos, de alto valor agregado.

Visite nosso site para saber mais construtoralaguna.com.br

Deixar um comentário