Até 2025, Curitiba pretende duplicar sua estrutura cicloviária

Até 2025, Curitiba pretende duplicar sua malha cicloviária - Construtora Laguna

As bicicletas estão se tornando um dos principais meios de transporte em grandes centros, especialmente com a popularização das bicicletas elétricas. Em Curitiba, a adoção de um estilo de vida mais saudável e sustentável tem feito com que empresas como a Laguna desenvolvam soluções para facilitar a vida dos ciclistas, incentivando ainda mais a ciclomobilidade.

O grupo Laguna disponibiliza bicicletas para o uso comum dos condôminos em seu residencial MAI Home e nos comerciais MAI Work e BBC e oferecerá o mesmo benefício paras os moradores dos lançamentos MAI Terraces e ALMÁA Cabral, que ainda contarão com um ponto de recarga gratuito para e-bikes.

Até 2025, Curitiba pretende duplicar sua estrutura cicloviária - MAI Terraces - Construtora Laguna
MAI Terraces – Bicicletário com ponto para recarga elétrica

Atualmente, a capital paranaense tem 208,5 km de estrutura cicloviária, ou seja, 4,34% de toda a malha viária, e o plano é que haja uma ampliação de aproximadamente 200 km até 2025. A ação faz parte do Plano de Estrutura Cicloviária da cidade e pretende favorecer a integração da bicicleta à rede de transporte público e aos demais modais, priorizando a intermobilidade.

Até 2025, Curitiba pretende duplicar sua estrutura cicloviária - Construtora Laguna

De acordo com a prefeitura, a primeira etapa do projeto terá início ainda neste ano e será responsável pela criação de mais de 28,8 km de vias voltadas a bicicletas, um aumento de cerca de 14%. As vias terão ligações importantes e integradas aos eixos de transporte da Avenida República Argentina e da Rua Padre Anchieta a universidades e locais de grande fluxo de pessoas.

Após a finalização da primeira fase da proposta, Curitiba apresentará um porcentual de 4,93% de vias urbanas destinadas à ciclomobilidade, número bem próximo aos 5% sugeridos pela legislação que determina a construção de ciclofaixas e ciclovias de maneira integrada ao transporte coletivo.

Na proposta, estão previstos tipos variados de estruturas cicloviárias, entre ciclovias, ciclofaixas, ciclofaixas sobre a calçada, vias compartilhadas, ciclorrotas e passeios compartilhados.

Leia também: Juvevê recebe Praça de Convivência com academia ao ar livre e “árvore” que carrega celulares

A Construtora e Incorporadora Laguna possui mais de 20 anos de atuação no mercado imobiliário e desde 1996 vem desenvolvendo empreendimentos únicos, de alto valor agregado.

Visite nosso site para saber mais construtoralaguna.com.br

Deixar um comentário