As mais belas estufas do mundo

As estufas surgiram como forma de garantir o cultivo de diversas plantas apesar da troca de estações, criando um ambiente favorável para seu desenvolvimento contínuo. Conforme os métodos de jardinagem e paisagismo se tornavam bem-sucedidos, as estruturas também eram mais elaboradas e passavam a ocupar posições privilegiadas nas nobres propriedades.

A formação mais tradicional atualmente, em vidro e ferro ornamentado, popularizou-se durante o século XIX, quando os materiais ficaram mais acessíveis. Hoje, existem estufas surpreendentemente belas pelo mundo inteiro, e a Casa Vogue reuniu algumas das mais encantadoras. Confira os destaques desta lista:

Palm House, Viena

As mais belas estufas do mundo - Viena - Construtora Laguna

Localizada no Schönbrunn Palace Park, onde costumava ser o antigo Jardim Botânico Holandês, a Palm House foi criada entre 1881 e 1882 pelo designer Franz von Segenschmid e construída pelo metalúrgico Ignaz Gridl. Hoje, é considerada um Patrimônio Mundial da UNESCO.

Com cerca de 13 metros de comprimento, a estufa é composta por 45 mil folhas de vidro divididas entre um pavilhão central, de 28 metros de altura, e dois pavilhões laterais, de 25 metros cada um. Zonas climáticas diferentes tornam os espaços únicos, sendo que ao norte está uma área de clima frio, na região central uma zona temperada e ao sul uma área tropical.

Jardim Botânico, Curitiba

As mais belas estufas do mundo - Curitiba - Construtora Laguna

Um dos pontos turísticos mais visitados de Curitiba, o Jardim Botânico abriga uma das mais belas estufas do mundo. Construída em 1991 pelo arquiteto Abraão Assad, ela é formada por três abóbadas em estrutura de metal e vidro no estilo Art Nouveau e foi inspirada no Palácio de Cristal de Londres. Toda a área do jardim contém um total de 278 mil metros quadrados, incluindo o bosque com mata atlântica preservada, fonte d’água e espécies botânicas de referência nacional.

Palm House, Londres

As mais belas estufas do mundo - Londres - Construtora Laguna

Também considerado patrimônio mundial pela UNESCO, o Kew Royal Botanic Gardens é, sem dúvida, o destino ideal por amantes de botânica. Isso porque ele abriga estufas deslumbrantes, 27 mil espécies de plantas, entre elas 14 mil árvores, e uma coleção de orquídeas que já celebrou 200 anos. Espécies de palmeiras de variados lugares do mundo podem ser encontradas por lá, incluindo a brasileira babaçu.

A Palm House é uma das maiores estufas do parque. Na época em que foi concebida, em 1848, ainda não havia sido construída nenhuma estufa tão grandiosa. Portanto, o arquiteto Decimus Burton e o ferro-fundador Richard Turner utilizaram as técnicas da construção de navios como inspiração. Recentemente, foi replantado atrás do Palm House um jardim de rosas que segue a planta original da época da construção.

Conservatório Enid A. Haupt, Nova Iorque

As mais belas estufas do mundo - Nova Iorque - Construtora Laguna

Apesar de sua atmosfera extremamente cosmopolita, que serviu como inspiração para o residencial de luxo ROC Batel, Nova Iorque também oferece atrações para os amantes da natureza. O Conservatório Enid A. Haupt foi finalizado em 1902 pelo arquiteto William R. Cobb em parceria com a empresa de design de estufas Lord & Birnham.

De estilo vitoriano, o edifício conta com um Palm Court central de 27 metros de altura e 11 galerias interconectadas posicionadas em torno de duas piscinas externas. Medindo cerca de 122 metros de comprimento e contendo 5.182 metros de painéis de vidro, a estufa abriga exuberantes florestas tropicais, desertos repletos de cactos, exposições de palmeiras de espécies internacionais, plantas aquáticas e carnívoras e muito mais.

Palm House, Irlanda

As mais belas estufas do mundo - Irlanda - Construtora Laguna

A Palm House do Belfast Botanic Garden é um excelente exemplo de como os avanços tecnológicos tornaram possível o cultivo de espécies de plantas exóticas durante todo o período vitoriano. Concluída em 1840, e estufa curvilínea de vidro e ferro foi projetada pelo arquiteto Charles Lanyon e construída pelo ferreiro Richard Turner – um dos primeiros construtores a montar estes materiais pré-fabricados na região.

O espaço contém grande variedade de plantas tropicais, exposições sazonais e aves, e também recebe importantes festivais, shows e eventos.

Leia também: Conheça as vantagens dos gardens, apartamentos que atraem cada vez mais atenção

A Construtora e Incorporadora Laguna possui mais de 20 anos de atuação no mercado imobiliário e desde 1996 vem desenvolvendo empreendimentos únicos, de alto valor agregado.

Visite nosso site para saber mais construtoralaguna.com.br

Deixar um comentário