Cabine de desinfecção é adaptada em Curitiba

Cabine de desinfecção é adaptada em Curitiba - Construtora Laguna

Pensando em atender aspectos de cuidados devido à pandemia mundial da COVID-19, foi desenvolvida uma cabine de desinfecção que pode ser instalada em espaços públicos, comércios e até residências, em Curitiba.

Essa cabine, que foi intitulada como Desincab, é como se fosse um “portal de esterilização”, que funciona por aspersão de produto de desinfecção, que é também utilizado na rede de hospital. O uso, em diferentes alturas, acontece da seguinte maneira: no momento em que a pessoa atravessa a cabine, fica livre, em apenas 5 segundos, de 70% dos germes, bactérias e vírus que podem estar localizados em sacolas, roupas, acessórios e na pele.

A Desincab possui uma estrutura metálica, leve e resistente, e conta com fechamento de placas de PS. Além disso, ela tem três modelos: padrão, redondo e meia cabine, que funcionam ligados à energia elétrica, possuem reservatório embutido e são autoportante. O acabamento é feito através de plotagem e pode ser personalizado conforme a necessidade do cliente.

Este produto é certificado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), sendo atóxico e inodoro, e não mancha os tecidos da roupa. Vale lembrar que essa ideia já existe há um certo tempo e é utilizada pela NASA. Neste cenário, foi adaptada de acordo com traços da arquitetura e urbanismo para inseri-la na capital curitibana, tanto em mobiliário urbano, como nas residências e comércios. O responsável pelo design e identidade visual foi o arquiteto Felipe Guerra.

Essa ideia surgiu devido à necessidade de manter a estrutura de uma fábrica na cidade de Colombo, na qual a equipe de funcionários permaneceu ativa neste período. Segundo o publicitário Samuel Saldanha, responsável pelo projeto técnico e produção da Desincab, foi uma alternativa para não demitir as pessoas e, ainda assim, ajudá-las nos cuidados diários de higienização no período do trabalho.

Atualmente, a cabine está à venda e custa R$ 4,5 mil (meia-cabine), R$ 8,5 mil (padrão) e R$ 11 mil (redonda), e está sendo planejada para atender demandas como a locação de cabines para festas e eventos.

Leia também: Laguna apoia Projeto “Contagiando Sorrisos”

Deixar um comentário