Jardim particular no apartamento

Jardim particular no apartamento - Construtora Laguna

Há alguns anos, uma macrotendência é recorrente no mundo da moda, decoração e estilo de vida: a conexão do homem com a natureza. Por isso, é cada vez mais comum o investimento em paisagismo nos apartamentos, não importando o tamanho do espaço disponível.

A varanda, ambiente de transição entre interior e exterior, tornou-se o local ideal para a implantação desses jardins. Segundo a paisagista Rosangela Sabah, no entanto, existem alguns critérios que devem ser levados em consideração no momento de escolher as espécies, como insolação, se o ambiente é fechado ou aberto e o conceito, ou seja, se será apenas para contemplação ou um espaço de convivência, por exemplo.

Em Curitiba, a questão é ainda mais delicada, pois o inverno é rigoroso e venta muito.

Áreas expostas às condições de vento

Escolha plantas com folhas finas e mais duras, pois são mais resistentes.

Insolação

Há diferença se a exposição ao sol ocorrer durante todo o dia ou apenas em algum momento. As espécies mais tolerantes ao sol são crassula, fícus, fênix, buxinhos e bouganvilles que podem ser plantadas em vasos, além de cedros e coníferas.

Áreas cobertas

As espécies que ficam completamente protegidas, por coberturas ou beirais, sofrem mais com a proliferação de pragas. Deve-se observar se estão mais fracas ou se as folhas apresentam manchas ou pontos brancos, o que significa que estão sendo atacadas por cochonilhas ou pulgões. Contudo, não há motivo para não ter plantas em casa, já que existem inseticidas químicos e naturais de fácil aplicação.

Jardim particular no apartamento - Construtora Laguna 

Cuidados gerais

É importante lembrar que plantas armazenadas em recipientes, sejam estes vasos, floreiras ou cachepôs, precisam de adubo a cada dois ou três meses para que tenham vitalidade por mais tempo e criem resistência.

Tendência

Assim como o universo da arquitetura, o do paisagismo também segue tendências. Estão em alta a pata-de-elefante, a pleomele e as palmeiras-arecas.

No entanto, os jardins verticais e os temperos têm feito ainda mais sucesso. A gastronomia está intrínseca na vida das pessoas e as espécies agregam valor tanto ao projeto quanto ao dia a dia.

 

Jardim particular no apartamento - Construtora Laguna

 

Cuidados com o jardim vertical

É importante observar o sistema que melhor se adapta ao espaço, com boa quantidade de substrato para garantir o desenvolvimento das plantas, que podem ser tanto as tolerantes quanto as intolerantes ao sol.

Sempre próximo ao local onde será instalado o jardim vertical deve-se deixar uma conexão elétrica e hidráulica, pois assim é possível programar a irrigação.

Temperos

Já os temperos precisam de luz solar direta, de duas a três horas diárias, no mínimo. Requerem também um recipiente quatro ou cinco vezes maior do que o tamanho da muda. Nessas condições, duram de quatro a cinco meses, depois podem ser facilmente substituídos.

 

Leia também: Mygdal Plant Lamp: a luminária com planta

A Construtora e Incorporadora Laguna possui mais de 20 anos de atuação no mercado imobiliário e desde 1996 vem desenvolvendo empreendimentos únicos, de alto valor agregado.

Visite nosso site para saber mais construtoralaguna.com.br

Deixar um comentário