Curitiba / Batel Residencial

LLUM Batel é o primeiro prédio residencial do país a receber LEED nível ouro

LLUM Batel - Laguna

Da construtora e incorporadora Laguna, o novo empreendimento de luxo em Curitiba foi nomeado LLUM, que significa “luz” em catalão.

A comunidade autônoma da Espanha também inspirou o projeto do prédio residencial, assinado pelo arquiteto Flávio Schiavon, com design de interiores de João Armentano e paisagismo de Benedito Abbud. Além do time estrelado de profissionais envolvidos na obra, o LLUM é o primeiro residencial do país a conquistar a pré-certificação ambiental LEED nível ouro. O aval de sustentabilidade exige alguns pré-requisitos mínimos e avalia consumo de água, energia, os materiais utilizados, o destino destes materiais, e diversos outros aspectos dos projetos e obras. Quando terminado, o prédio receberá, uma vez que todos os comprometimentos forem cumpridos, o certificado oficial.

Para o diretor de incorporação da Laguna, André Marin, o selo gold é um orgulho:

“É uma pré-certificação muito utilizada em prédios corporativos e estamos trazendo isso para o residencial. Nós mostramos que é possível e isso traz mais conforto para os moradores, também. Esperamos que outros empreendimentos façam o mesmo. O momento de cuidado com recursos naturais aliado ao conforto elevado é muito atual. É um momento importante para o mercado como um todo”, observa.

Sala LLUM Batel - Laguna

O projeto inclui residências que consomem 25% menos energia e 20% menos água, abundância em painéis panorâmicos que priorizam a luz natural, painéis fotovoltaicos para geração de energia renovável, abastecimento de carros elétricos, acabamentos que proporcionam redução da Ilha de Calor e materiais com baixa emissão de compostos orgânicos voláteis.

Duplex LLUM Batel - Laguna

Serão 20 andares, mas apenas 15 unidades serão construídas – cada uma ocupa um pavimento inteiro. As metragens variam de 385 a 616 m², sendo a última um duplex com terraço próprio. Cada apartamento vem com pelo menos 4 vagas de garagem e o preço inicial é de 5 milhões de reais. As obras devem ser finalizadas até 2019 e as unidades estarão à venda a partir de novembro deste ano.

Deixar um comentário